historial

SÉC. XVII

A Dinastia de Bragança elege os vinhos desta região como um dos favoritos da Corte. Conta-se que D. João IV, fundador da dinastia, privilegiava os vinhos desta região específica nos famosos banquetes em Vila Viçosa e Vila Boim.

Já no reinado de D. João V, o vinho desta região é classificado pelo famoso cozinheiro Vicent la Chapelle “tão bom como qualquer vinho francês que fosse bom”. Esta apreciação leva o monarca a determinar que os vinhos dos terrenos que circundam a cidade de Évora, designados na altura como das terras de Peramanca sejam produzidos apenas para consumo real.